sopa

MRS mergulha nos rios e a “esquerda”, que tanto lhe gozou e lembrou outros mergulhos tais quais, nada diz; MRS, desvairado, troca de calções em público e a Malta Central, antes implacável com o guarda-roupa da mulher de Cavaco Silva ou, agora, com a malha da de António Costa nas costas da cadeira, nada diz; MRS deixa-se entrevistar na Pastelaria Suíça, mastigando enquanto fala e a “esquerda”, ainda hoje “indignada” com o bolo-rei de Cavaco Silva, nada diz. Tamanha calmaria não deixa dúvidas, estão-nos a cantar uma ladainha vichyssoise enquanto decorre este PREC (processo reaccionário em curso): a instalação de um juiz maneirinho para o caso Sócrates e de um procurador-geral manso, que salve Salgado, e respectivos tentáculos. É o verdadeiro bloco central a funcionar, uma mão lava a outra, cada nicho com a sua agenda e lealdades, unidos nessa tarefa que lhes é prioritária, safar os seus, animar o “comboio descendente”. E o pior é que a maioria de nós todos rebola-se de prazer, d’”afectos”, com esta nojeira. E dos outros, os que torcem o nariz ao fedor, dizem-nos, seguindo a cartilha actual, “invejosos”, “ressentidos”, assim portadores de mal moral. Ou mesmo “ressabiados”, já mesmo sob doença física, rançosos a metastizarem. É o tique de antanho, os discordantes têm maleitas, mentais e físicas. E é assim que vamos. Ou, de outra forma, que ides. (“Pai, não escrevas palavrões no FB e nos blogs“).

Anúncios

Diga de sua justiça, sff

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s