mal

Passo por Évora, levam-me a conhecer a célebre confeitaria do “Pão de Rala”, sento-me e olho as paredes da pequena sala pejadas de fotos de ilustres clientes, como se tornou costume. E noto, em destaque, a foto do Velho. Comovo-me, fotografo a foto, “conhecia-o?“, pergunta-me a dona, e conta, com simpatia feliz, que ele recebia encomendas dos seus doces. E que quando foi a Évora receber o honoris causa logo que a cerimónia acabou para ali se dirigiu, “era um 22 de Fevereiro e chovia muito, mas ainda assim quis vir“, para conhecer a casa e a (magnífica) doceira que tão deliciosamente o abastecia. Sorrio, imaginando o quão Malangatana ali terá sido em tão especial dia. E notando a bela memória que ali deixou. Como sempre, como sempre …

Anúncios

Um pensamento sobre “Em Évora

Diga de sua justiça, sff

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s