NOT473

José Soares Martins foi jornalista no Moçambique colonial e, depois, durante 19 anos conselheiro cultural de Portugal em Maputo. Foi como José Capela que assinou a sua vasta, seminal e até fundacional obra historiográfica dedicada a Moçambique (aqui elencada). Morreu em 2014, tendo a sua débil condição de saúde nos últimos meses de vida impedido a realização da cerimónia de atribuição do doutoramento honoris causa que a Universidade do Porto decidira outorgar-lhe.

Agora, daqui a três semanas, nessa mesma universidade decorrerá uma conferência internacional que se lhe dedica, ao conteúdo da sua obra e aos rumos analíticos que ela despertou. As sessões decorrerão no 29 e 30 de Maio e o seu programa é este. Seria bom, e bonito, que se pudessem congregar os interessados na história e sociedade moçambicana, na história colonial e portuguesa. Para convívio intelectual. E para a homenagem devida a alguém que foi verdadeiramente relevante. E um supremo cavalheiro, coisa nada despicienda.

A organização da conferência está centralizada no Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto, onde Capela se sediou após o seu regresso a Portugal em 1996. No seu sítio electrónico poder-se-ão encontrar mais informações sobre as actividades.

Anúncios

3 pensamentos sobre “José Capela e a história de Moçambique

Diga de sua justiça, sff

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s