Os militares no 25 de Abril

salgueiro maia

No FB vejo agora esta foto, realçando Salgueiro Maia durante as operações do 25 de Abril de 1974 na baixa lisboeta. Acompanhada de um breve texto supra-elogioso daquele militar. Sou muito sensível à coragem física, “máscula” dizia-se antigamente, antes da consciencialização das questões de género. E diante de uma fotografia destas não deixo de me perfilar, “é de homem!” exclamo, esquecendo-me das tais questões …

Todos os anos Salgueiro Maia é (re)afirmado como símbolo da data fundadora da democracia, o tempo vai passando e os elogios engrandecem-se (“a ele devemos a liberdade” e vários similares, li-os ontem no FB). A gente precisa de símbolos para conseguir pensar e, até, para sentir. E ainda mais, muito mais, de homens simbólicos, os santos das coisas profanas.

Read more

As condecorações

noticia_1

No próximo Maio a igreja católica vai condecorar duas das três crianças-soldados (da fé), os irmãos Francisco e Jacinta Marto, que o clero português utilizou faz agora 100 anos. A actividade faz parte dos procedimentos habituais daquela congregação, e a ela diz respeito. Mas o mau gosto é evidente. Não só o discurso supersticioso, que é típico, mas também o sufragar, anacrónico, da apropriação dos infantis.

Seria bom que o Estado se mantivesse a alguma distância desta manifestação, com o pudor da decência. E que as empresas, em particular as de noticiários, também. Mas é duvidoso. A farsa patrioteira deverá vir ao de cima.